Joga fora no lixo! Correto.

Hoje é comum encontrar parceiros que assim como eu, vão ao mercado com suas bolsas de pano e recusam a sacolinha plástica. Atitude nobre, 100 anos leva uma sacola para se decompor.
 
Mas o que realmente me intriga é que foi gerado esse bafafá das sacolas e esqueceram o resto. Vejam na foto que lindas flores encontro plantadas no jardim.
 
Isso mesmo, garrafas long neck de vidro que levam tempo indeterminado para decomposição. E não para por aí, é comum vermos garrafas pet, 100 anos, ou latinhas, 450! Tem algo errado aí, não tem não?
 

Quando se comenta o fato, muitas vezes escuta-se: – Ah, nem vou estar vivo para ver o caos!

Então tá, o futuro que se dane. Mas chamo a atenção de que o futuro já está aqui. O número de crianças que nasce com alergia respiratória é tão grande que, vejam que coisa mimosa encontrei em uma farmácia.
 
Sim, máscara de inalação infantil com peixinho.  Nessa mesma farmácia eu já havia visto uma das princesas da Disney em outra ocasião, agora só tem a de peixinho e mesmo assim essa era a última. Melhor correr!
 
Enquanto as pessoas doam para causas de fome, emergência e câncer, igualmente nobres, se esquecem do meio ambiente e fica a pergunta: O que a criancinha com câncer vai respirar? Ou será que se trata de quem nasceu primeiro “o ovo ou a galinha”,o que teria a levado a estar com cânçer ainda criança?
 
Clamo a vocês que joguem o lixo no lixo e se puderem no correto! Vidro no vidro, plástico no plástico… Mas atenção: Para ser reaproveitado tem que lavar. Dá muito trabalho? Garanto-lhes que vão ter muito mais trabalho para respirar em breve se não começarem a agir assim.
 
Abaixo uma listinha para meditação:
 
Material
Tempo de Degradação
Aço
Mais de 100 anos
Alumínio
200 a 500 anos
Cerâmica
indeterminado
Chicletes
5 anos
Cordas de nylon
30 anos
Embalagens Longa Vida
Até 100 anos (alumínio)
Embalagens PET
Mais de 100 anos
Esponjas
indeterminado
Filtros de cigarros
5 anos
Isopor
indeterminado
Louças
indeterminado
Luvas de borracha
indeterminado
Metais (componentes de equipamentos)
Cerca de 450 anos
Papel e papelão
Cerca de 6 meses
Plásticos (embalagens, equipamentos)
Até 450 anos
Pneus
indeterminado
Sacos e sacolas plásticas
Mais de 100 anos
Vidros
indeterminado
Anúncios

Os comentários estão desativados.