Amendoim não! Faz barulho.

Amendoim não! Faz barulho.
 
Fui assistir ‘Tango, Bolero, e cha cha cha’ no teatro Clara Nunes, Shopping da Gávea, esse final de semana. Como tive que chegar cedo e garantir lugar, acabei indo fazer hora pela redondeza não resistindo aos pastéis de carne seca do Braseiro da Gávea.
 
Hora de ir para o teatro, consciência pesada, ingeri colesterol ruim (estou com problemas com minhas taxas) vou comprar amendoim, colesterol bom, para dar uma compensada.
 
– Um pacotinho de amendoim, por favor.
– Não vendemos, pois faz barulho.
– ?????!!!!!
 
Olho em volta e eles vendem Nescau Ball, Clube Social, Chokito… Tudo isso, meus caros, FAZ BARULHO! Realmente não entendi. Talvez o problema esteja em vender amendoim em peça que trata o tema de transexualidade (risos).
 
Já quanto à peça, a sinopse do jornal O Globo dizia: “o espetáculo conta a trajetória de um transexual que tenta explicar seu novo estilo de vida”. Achei que seria algo para a platéia refletir. Mas não, é pura comédia sem levantar questão. O Globo deveria mudar a sinopse para: “Comédia sobre família que descobre, depois de 10 anos, que o pai que havia sumido é um transexual”. Eu teria entendido do que se tratava e não teria saído de casa.
 
Quem gosta de dar gargalhadas sem se questionar, irá achar uma boa peça. Vale pela magnífica interpretação de Edwin Luisi.
Não era o meu caso no dia, não me interroguei e nem pude comer amendoim.

O barulho sobrou foi para mim.

Anúncios

Comentários encerrados.