Paixão sem Limite

Eu não pretendia fazer nenhuma matéria sobre isso. Pensei…  Toda a imprensa já falou todos, já sabem.
 
Eis que eu, ambientalista de plantão, já havia pedido um “paitrocínio” para ter a camisa oficial da seleção brasileira, por ser feita em poliéster de reaproveitamento de garrafa pet. Nunca fiz questão de camisa oficial alguma. Nem a do Fogão eu tenho. Para mim, qualquer uma serve e ficaria feliz com as parafernálias que tenho de copas passadas. Mas nesse caso é diferente, é histórico, o Brasil saiu na frente fazendo suas camisas com material reciclado. Eu ”morreria” se não tivesse uma.
 
Em lugar algum vem escrito que a mesma é feita de tal material. Nem mesmo na etiquetinha de dentro.  Isso não! Não está como eu quero, e junto ao meu marido, chegamos à arte abaixo que mandei imprimir nas costas (detalhe: são oito garrafas usadas para cada camisa).
 
O motivo pelo qual decidi mudar de idéia e colocar no blog algo que todos já deveriam saber, se deu por conta de que as cinco pessoas na loja de impressão, não sabiam do feito. Saí perguntando para  outras pessoas e qual não foi o meu espanto ao encontrar, até pessoas engajadas, sem saber que o Brasil está fazendo isso.
 
Que país é esse? Queremos ver o Brasil vencer a copa.
Mas só isso basta? Brasil hexa ?
O Brasil precisa vencer em diminuição da violência, direito a educação e saúde, investimento em maquinário de reciclagem, entre outros.
 
Porque esse esforço todo em se fantasiar, pintar a cara e a rua, se reunir, não é feito também para torcermos e lutarmos para vencer em causas mais sérias? Em assuntos que realmente interferem em nossas vidas?
 
Será bom se formos hexa mas, o cenário do país continuará o mesmo.
Está na hora de arregaçar as mangas e brigar o ano todo pelo país que queremos, imbuídos da mesma paixão sem limite, que sentimos a cada quatro anos.
Vai que é tua Brasil! Não ergam as bandeiras apenas para a copa.
Anúncios

Comentários encerrados.