Não Chores por mim Argentina…

Existe um velho ditado que diz “aqui se faz, aqui se paga”, e foi o que aconteceu ao atarracado anão de jardim argentino Maradona ontem. Falou tão mal do Brasil, debochou, falou de Pelé e no fim nós saímos da copa com placar de 2 a 1 e eles com 4 a 0, total vexame. O placar não importa o que importa é que estamos livres de ter que assistir a decrépita cena prometida de vê-lo correr nu em campo. Se com roupa ele já é um horror, imaginem nu, Deus nos livre. Ainda se fosse para ver o Kaká que não marcou gol algum ainda vá lá. No mínimo beleza o cara tem. Agora Maradona, ah não!
 
A musiquinha que ele deve estar cantando agora é:
 
“Não chores por mim Argentina, meu ego está contigo
A vida inteira ao pó dedico, mas não me deixes, fica comigo
 
Voraz o poder ambicionei, mentiras sobre o Brasil esbanjei
Meu lugar é do pó que sempre amei
Eu só desejo uma ‘carreira’ para amenizar o mico pago com fervor
Que nunca me vou esquecer
 
Não chores por mim Argentina, meu ego está contigo
A vida inteira ao pó dedico, mas não me deixes, fica comigo
 
Eu falei demais, mas foi só porque sou arrogante essa é a verdade
Se ainda puderem me aceitar, ficarei nu pra lhes assustar”
 
E aí vai o meu muito obrigado a seleção Alemã. Eu nunca fui tão alemã quanto ontem. Aliás, acho que o Brasil todo era alemão, pois as vuvuzelas soavam como se fossem gols do Brasil.
 
Moral da estória: Arrogância não vence futebol e nada nesta vida. Não é neste caminho que temos que andar, e sim no da humildade. É Dunga que não dá bom dia, é Maradona que se acha o rei da cocada preta… Não é por aí. O negócio é humildade, e um bom futebol.
Anúncios

Os comentários estão desativados.