Toda arvore tem raiz

Ontem andando na rua me deparei com um trabalhador que refaz o empalhamento de cadeiras, cabeceira de camas etc. Ele trabalha sim, no meio da rua, ou melhor, em uma esquina.
 
Como sou uma pessoa que não tem paciência para trabalhos manuais demorados como, ponto cruz, crochê e outros, fiquei admirada ao vê-lo empalhando uma cabeceira com todo o cuidado. Fios para lá e para cá, perfeitamente entrelaçados para se chegar ao resultado.
Curiosa que sou, parei e perguntei a ele: Moço dá licença, o senhor está fazendo isso aí, é um trabalho minucioso, demorado que sinceramente que jamais agüentaria. Vale à pena? O senhor tem lucro com isso? Ele me respondeu: Olha sou profissional, profissional não recusa trabalho. Não ganho nesta cama, mas é o meu trabalho e tenho que executar, porém depois ganho em outras peças.
 
Durante a conversa descobri que se você deixa uma cadeira com ele, o volume é tanto que ele levará quarenta dias para fazer a sua cadeira. Ele falava, mas não parava um minuto sequer de empalhar. Contou-me que faz isso há muito tempo, cerca de trinta anos, que antes era artista. Fazia obras de arte com cabeças de peixe. Acordava cedo, ia a Itaipu (praia onde tem muitos pescadores), conseguia uma bela cabeça de peixe e com ela fazia uma obra de arte. O processo era complicado e demorado, exigia várias etapas como secagem própria etc. e que na hora de vender não era dado o devido valor. As pessoas queriam pagar pouco, não valorizavam e por isso se cansou e desistiu se tornando assim empalhador para sobreviver.
 
Enquanto eu o ouvia, admirava a rapidez e cuidado com que ele entrelaçava aqueles fios sem errar, e pensava para fazer isso a pessoa tem que ter dom.
 
Ok resolvi parar de importuná-lo e me despedi. Foi quando ele me disse: Minha filha, toda arvore tem raiz. Dá folhas, flores e frutos, mas não se esqueça que ela tem raiz.´

 

 

Fui embora meditando, sem a raiz forte não tem arvore que se sustente. Será arrastada na primeira tempestade. Aí está o grande segredo da vida. Temos que saber em que solo estamos ficando nossas raízes. Temos que ter raízes fortes, assim pode passar qualquer ventania que a arvore resistirá. Poderá passar um tempo seca, mas logo voltará a ter folhas, flores e frutos. Se as raízes estiverem fincadas em solo sadio a arvore resistirá e se reerguerá
Acho que o que anda faltando para o ser humano é justamente isso. Cuidar e fortificar suas raízes, para que não saiam por aí feito galinhas sem cabeça a cada vez que surgir um problema.
 
Quem tem raiz forte, refloresce. Quem tem raiz forte tem garra, e com certeza garra é o que não falta a esse empalhador.
 
Finalizo sugerindo que comecemos a avaliar onde estão e como estão nossas raízes, ao invés de nos preocuparmos tanto com a beleza das flores e frutos, que nada mais são do que resultados dessas raízes.
Anúncios

Os comentários estão desativados.