Hora de Votar (Simone Sá Pinto)

Hora de votar
Em quem?
A pergunta que não quer calar
 
Candidatos não faltam
Promessas também não
E a ignorância do país é tanta que aos meus olhos assaltam
 
Assaltantes seria o título mais apropriado a aqueles que vierem a governar
Como sempre promessas serão palavras que em campanha foram soltas ao ar
 
O que respiramos?
Ar contaminado de poluição e energia negativa
E quem se importa?
 
Um país que se posiciona como democrata, te obriga a votar
Liberdade não há
Vota-se no primeiro que aparecer para se livrar
Depois ainda querem reclamar
 
Lei seca
Seca é no Nordeste
Seca é de informação
Seca é falta de movimentação
 
Estamos amorfos
Juramos estar cumprindo com a cidadania
E não somos capazes de atravessar a rua uma velha tia
 
Mãos ao alto,
Mas para rezar
Quem sabe assim Deus não ouve as preces e toma Ele uma atitude,
Já que nós mesmos não somos capazes de fazer nada em nossa virtude.
Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s