Turbilhão Natalino?

Meus caros leitores, já era Natal em outubro dessa maneira nada me impede de começar o carnaval em dezembro. Estou no tempo certo, dois meses antes.

Além do mais, carnaval e natal são bem compatíveis. Afinal como se acaba uma noite de natal em família? Com um CD de carnaval!  Ninguém lembra o que realmente está sendo celebrado ali. (Sei que algumas famílias se lembram, e a essas peço desculpas, estou apenas generalizando.)

Outro fato é o corre-corre ensandecido nas ruas… Por acaso estão atrás de algum trio elétrico? Seria melhor, pois estaríamos sendo poupados de ouvir as mal traduzidas musicas natalinas que não param de tocar nas lojas. E desculpem-me vou ter que ser chata aqui mais uma vez, ainda tem gente xiita que diz que Halloween não deve ser celebrado pois não é cultura nacional.

Tudo bem, todo mundo esqueceu que estamos celebrando o aniversário de um Ser iluminado, todo mundo comprando Papai Noel (que agora não sei se repararam, mas vem com nariz vermelho, acho que até ele já notou que está sendo feito de palhaço), todo mundo desesperado para comprar presente com um “espírito de paz e amor” de tacar a bolsa na cara do outro sem pedir desculpas.

Sinceramente para mim, isso se assemelha muito mais a carnaval. Sendo que no carnaval as pessoas se divertem e no Natal se estressam. Interessante não?

Pois bem, baseado nisso resolvi publicar uma marchinha que é tocada em Olinda e que ganhei como presente de aniversário esse ano. Gosto de presentes como esses, que tocam o coração e não os que possuem alto valor material, pois esses na terra ficarão. Já os que tocam meu coração, levarei comigo.

Vejam que coisa bela, metafórica e tocante.

Turbilhão

Compositor: Moacyr Franco

A nossa vida é um carnaval

A gente brinca escondendo a dor

E a fantasia do meu ideal

É você, meu amor

Sopraram cinzas no meu coração

Tocou silêncio em todos clarins

Caiu a máscara da ilusão

Dos Pierrots e Arlequins

Vê colombinas azuis a sorrir

Vê serpentinas na luz reluzir

Vê os confetes do pranto no olhar

Desses palhaços dançando no ar

Vê multidão colorida a gritar

Vê os delírios dos gritos de amor

Nessa orgia de som e de dor

(Aqui não é parte da música mas – apenas meu agradecimento: OBRIGADA Saulo, talvez você não saiba a dimensão do quanto adorei esse presente laiá, lará…rs)

Adiciono aqui um vídeo da música para os mais interessados (o som não está tão bom, mas vale pelas imagens):


(Atenção: Como estamos em época de “surto”, ou seja Natal, está um pouco complicado cumprir compromisso de Ooo Garra publicar matérias diariamente. Não o abandonarei, mas infelizmente, não poderei mantê-lo atualizado como é de costume)

Gostou da matéria?

– Ficarei muito feliz em ler sua opinião aqui no link “Deixe um comentário”

– Se puder, compartilhe com seus amigos através das chaves publicadas abaixo.

Obrigada pelo prestígio.

Anúncios

1 Comentário »

  1. Sandra said

    Tenho a mesma sensação em relação ao Natal. Quanto à música e ao vídeo são lindos. O som está perfeito.

RSS feed for comments on this post · TrackBack URI

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s