Fim de semana em família?

“Família! Família!
Papai, mamãe, titia
Família! Família!
Almoça junto todo dia
Nunca perde essa mania…

Mas quando a filha
Quer fugir de casa
Precisa descolar um ganha-pão
Filha de família se não casa
Papai, mamãe
Não dão nem um tostão…

Família êh! Família ah!
Família! oh! êh! êh! êh!
Família êh! Família ah!
Família!…”

Justamente. Família… Como adoramos reclamar de nossas famílias não é mesmo? É sempre o assunto predileto. Quando se une sempre sai uma fofoca (risos). Quanto tem festa, sempre alguém erra o presente. Tem sempre um pedindo dinheiro emprestado, outro com mania de remédio, um com conselho para tudo, outro que é o dono da razão, e por aí vai. Não é a toa que o programa da Globo “A Grande Família” está no ar por tanto tempo e faz tanto sucesso. No entanto enquanto está na TV morremos de rir dos personagens, agora na vida real, o buraco é bem mais embaixo. Ficamos até por vezes sem falar com nossos familiares.

Ei, alguém aqui já pensou que está vivendo exatamente o que vê na TV e tentou achar graça ao invés de se irritar?

Acho que seria uma ótima idéia. Afinal toda a confusão é nonsense. Minha mãe costuma dizer que é excesso de amor. Eu particularmente preferiria que o amor fosse sem o excesso, mas pêra aí, de uns tempos prá cá comecei a dar razão a ela.

É excesso mesmo, subliminar, e o tiro acaba saindo pela culatra. Todos querem ajudar a todos e com isso acabam invadindo o espaço do outro e pronto: Está gerado o pega pra capar. Pra completar tem sempre aquele que conta o segredo pro primo e diz: “olha não comenta com ninguém, não heim…”. Que imbecilidade, ele faz parte da família, irá ficar preocupado e logo arrumará um jeitinho de tentar ajudar colocando a coisa no ventilador. Vai vazar, isso é certo como dois e dois são quatro. Certas coisas nunca deveriam ser ditas para familiares ou amigos de familiares.

O negócio é que passamos tanto tempo nos aborrecendo e pensando nisso que esquecemos que o almoço que a mamãe ou a vovó ou a titia preparou está uma delícia e que elas tiveram o maior trabalho para fazer. E o pior que a vovó está com noventa anos e que daqui a pouco irá nos deixar e vamos morrer de saudade dela.

Apenas quero nesse post de hoje que pensem que a família é na maioria das vezes o maior tesouro que temos. E que quando o bicho pega é a ela que recorremos. Outra coisa, é que muita gente não tem a sorte de ter uma para contar.

Hora de parar de reclamar e sim começar a se divertir com nossa “grande família” isso sim.

Para fechar o post segue o vídeo do Titãs com a música Família, e desejo a vocês um ótimo final de semana ao lado das suas.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s