Equilíbrio (Simone Sá Pinto)

Respeitável público…

Este circo tem o prazer de apresentar um magnífico espetáculo com bailarinas, elefantes, palhaços, a mulher barbada, e o homem que engole fogo.

Mas a grande atração da noite é o majestoso, maravilhoso, magnífico… Equilibrista.

Como consegue?

O equilíbrio é obtido no momento em que não se pende nem para um lado nem para o outro.

Onde toda e qualquer intenção de radicalismo se perde no tempo.

Quando realmente se pode chorar de alegria e rir de tristeza.

Inversão de valores é a regra principal no manual de um sagaz equilibrista.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s