Para pensar: Empada ou Pão de forma?

Nada demais. Farinha de trigo, ovo e mais outro ingrediente dependendo do que se quer chegar, à empada ou à pão.

E como se proliferaram e se diversificaram tais produtos, não é?

Antigamente era empada de frango, camarão, queijo e no máximo palmito. Hoje o cardápio é vasto. Encontramos sabores como: Carne seca, calabresa, bacalhau, legumes, etc. Até doces: chocolate, banana, maçã e Romeu e Julieta.

Impressionante também é o tanto que se espalharam as empadas. Estão em todos os lugares. Você está sempre sendo convidado a uma.

Camelôs em quase toda esquina, vendedores na praia (coisa que não entendo. Respeito, mas empada em calor 97,9 graus, e ainda na areia? Tudo bem, gosto é gosto.). Até lojas de franchising surgiram obtendo sucesso faça chuva, faça escaldante sol.

Porém no final das contas, não importa de onde vem, é tudo empada. 256 calorias em média, e no mesmíssimo formato. Todas iguaiszinhas, idênticas em seu formato.

Pão.  Irei me ater apenas ao de forma.

Assim como a empada, antigamente era pão branco e acabou. Depois evoluiu para branco e integral. Hoje confunde a mente. Tem integral normal, integral 100%, com cenoura, com passas, com passas e canela, com linhaça, com quinoa, com 7, 9,12 grãos. E ainda assim pode ser o 12 grãos 100% ou não.

No fim, tudo pão de forma, salvo primeira e última fatia, todas idênticas em seu formato.

Já pararam para pensar nisso? Imagino que não. Eu já. E por sinal mesmo antes dos citados terem se desenvolvido tanto, sempre exclamei: Não tentem me transformar em uma empada ou pão de forma, pois isso nunca vai acontecer!

Simples retrato da sociedade, se avaliar. Todos tentando parecer iguais de alguma forma (ou fôrma).

Vestindo o que está na moda, falando o assunto do momento, comprando o que acabou de se lançado (celulares, Mp3, 4, etc.), copiando cortes de cabelo, maquiagem, batom, e outros. Por vezes até a forma de falar (gírias)

Questiono-me: Iguais, porém com recheios diferentes, todos nós sabemos disso. A confusão é que ninguém dá a ‘cara a tapa’ de mostrar se é “Romeu e Julieta” ou “12 grãos”. Pois se dizem que são “12 grãos” aos que são “recheio de carne seca”, correm o risco de serem reprovados.

Isso não pode. O produto (que nos tornamos) tem que sair da prateleira. Não pode haver encalhe.

Sinceramente, sinto quase como nem tenho que continuar aqui. Que o recado já está dado.

No entanto devo relatar que enquanto não “pão de forma/empada” assumida, toda vez que inicio uma doidice em algum lugar todos ao redor sentem-se livres para ‘soltarem as frangas’.

Por que não fizeram isso antes? Estavam esperando um fotógrafo de revista ou coisa assim?

Sugiro:

Moderação ao ingerir empada, pois a quantidade de gordura é alta e pode afetar o colesterol.

Escolham o pão de forma que se adéqüe à que seus organismos estão em necessidade.

Apresentem seus recheios sem medo de julgamento. Andarem por aí tentando ser iguais, além de exigir esforço excessivo, gera problemas estomacais, os levam ao estresse e os proíbem de estarem em paz consigo próprios.

O que os outros vão pensar? Velha frase: De louco, todo mundo tem um pouco.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s