É da Lata, não do “Lixo”

Que mania as pessoas tem de usarem um produto enlatado e jogarem a lata no lixo. Que coisa mais sem sentido. Para início de conversa a lata é um produto tão nobre que já foi usado em diversas situações.

Paralamas do Sucesso teve seu álbum ‘Vamo batê Lata’ alcançar sucesso total, assim como Fernanda Abreu com ‘Veneno da Lata’, entre outros.

Ainda, percursionistas, as usam como instrumentos, como o famoso Blue Man Grup (aqueles que se pintam de azul e que estão em campanha de certa operadora de telefonia celular), e seus latões esbanjando cores em suas apresentações.

Além de que o termo “É da Lata” foi usado (para quem hoje tem acima de 40 anos) como produto vamos assim dizer… “alucinógino ilegal” que estava sendo contrabandeado em navio, acabando por se espalhar pelo mar.

Quem conseguiu pegar ‘se deu bem’, o produto era de ‘primeira’ e assim ficou sendo expressão para o mesmo quando o tal ‘era do bom’: “Esse aí é da lata” – diziam.

Na verdade, o ponto do Garra hoje não é com a fama da lata, e sim com o desperdício da mesma.

Ao ser descartada, por ser de alumínio e possuir tempo indeterminado de decomposição no meio ambiente, se deixamos por aí à deriva, podemos com isso retirar o mundo da percussão e jogarmos à perdição.

Novamente, o Garra se intromete na questão, e resolve mostrar o que anda fazendo com as latas que usa. Garra as transforma em objetos de arte.

A ultima dele, foi presentear um dos DJs da afamada festa Barrados no Baile, Claudio Macedo. Replicou um telefone sem fio (estilo ao que usávamos quando éramos crianças), em estilo decorativo.

Leitor assíduo do Garra, Claudio, tem seu telefone enfeitando sua área de trabalho. Com isso, além de obter interessante e inovadora estética está com uma arte que não virou produto a danificar o planeta.

O Garra finaliza enviando a seguinte mensagem: Não sabe fazer esse telefone? Não tem aptidão para arte? Pense onde irá descartar o lixo, ou use essa lata como, por exemplo, no lugar de porta trecos, porta lápis, ou até mesmo base para arranjos de flores.

Basta retirar o rótulo que não passam de belas latas prateadas. Adesivos decorativos no mercado são o que não falta. E você ainda pode brincar utilizando imãs de ‘geladeira’

Chilimgrafasdnlá at afassdckcobá de ghoreadaou. Que foi Garra? Ah… Ele está dizendo na linguagem do planeta dele para cuidarmos da Terra, pois gosta daqui e não quer voltar para lá não….(risos)

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s