Emprego – E agora Mr. FacebooK? Estou bloqueado?

Por onde eu começo? Nem sei. Uma, porque sou ser de outro planeta e não entendo nada dessa coisa de rede social. De onde vim seres se relacionam por telepatia. Duas, porque esse assunto dá tanto ‘pano prá manga’ que me vejo confuso em exatamente por que lado começar.

Como não tenho como emitir opinião, às informações batem diretamente no cérebro, prefiro me abster. Apenas irei ‘compartilhar’, termo muito usado no Facebook, um pouco com vocês o que ando captando por aí.

Vejam o que acabou me cruzando pelos ares:

Em post da empresa iG – Caderno Delas, pela colunista Marlene Ortega, a capto dizendo que Facebook pode ser decisivo na contratação de um funcionário!!!!!!!!!!!!!

Marlene diz: “Tudo na vida tem o lado bom e o lado ruim, já dizia o ditado. O lado bom da internet tem se mostrado nas evidências de que a facilidade de estabelecer contato global torna possível compartilhar conhecimento, inovar mais rapidamente, caracterizando assim um mundo melhor. Aponta-se como um lado ruim a perda do controle das informações e da privacidade.”

E continua ilustrando com outro artigo publicado no jornal  The Washington Post onde foi citado exemplo de dois canditatos à mesma função. Depois de passarem processo de entrevistas, a responsável pela área de Recursos Humanos ficou confusa ao decidir entre dois finalistas que lhe pareciam perfeitos.

Sem saber o que fazer, deu busca na Internet e literalmente fuçou o Facebook de ambos. O perfil de um dos candidatos era sério e continha informações relativas aos interesses comuns à empresa, enquanto que no perfil do outro ela encontrou não apenas fotos do rapaz bêbado e fumando, mas como se gabando por ser assim. Sem querer perder tempo contratando uma pessoa errada e com isso comprometendo a empresa tomou a decisão pelo primeiro.

Quando captei isso, tratei logo de sintonizar minha antena para ver se encontrava o artigo do The Washington Post na onda magnética. E não é que acabei achando e constatando que o que Ortega mencionou era verdade e que não parava por aí.

Em pesquisa realizada há dois anos atrás, foi constatado que 75% das empresas e profissionais de Recursos Humanos buscam saber em redes sociais como: Orkut (eu sei lá o que é isso?), Facebook, Twitter, etc. e tal, o que as pessoas andam falando antes de tomarem qualquer decisão de empregá-las. (o que Marlene também cita em seu post)

Ai ai… Será que buscam blogs também? Nunca irei arrumar um emprego. Ah! Qualquer coisa eu volto pro meu planeta (risos).

Bem que eu já havia ouvido falar de um colega meu, que trabalha em um jornal muito conceituado, que ele tem que por política da empresa tomar cuidado com o que publica no ‘Face’. Em época de campanha eleitoral chegou até mesmo a ter que deletar muito do que havia escrito. (o que na época achei absurdo)

Também já havia percebido que a maiorias dos meus colegas que estão empregados ganhando um ótimo mega salário, não escrevem absolutamente nada, e muito menos comentam ou aparecem no bate-papo. Coisa que sempre me intrigou. Sempre me perguntei o porquê estavam ali apenas como enfeites.

Para confundir mais minha cabeça, enquanto estou ‘dando busca sideral’ na matéria do The Washington Post, usando a palavra chave ‘Facebook’, me aparece na lista uma matéria publicada na Revista Galileu de novembro de 2010 falando sobre o perigo das redes sociais e mencionando casos de estupro, pessoas que seguem outras. Que doideira! Pirei! Eu que sou alien heim, fico imaginando como vai ser a situação do ser humano que participa disso no intuito de se divertir.

Que perigo, Face !!!!!!!! Socorrooooo!!!!!! Como assim? O lugar onde estou o tempo todo? O lugar onde coloco tudo o que estou fazendo passo a passo? Onde conto: se estou triste, feliz, se saí para beber com amigos, que musica escuto, que filmes assisto, que horas saio, que horas volto, o que comprei, o que comi, o que fotografei… e etc… e etc… e etc…. e as pessoas curtem, compartilham, comentam, são meus amigos. Faço novas amizades, morro de rir….  Como assim Face? Como assim????? O que vou fazer agora? Não posso mais me divertir com você? Vamos ter que cortar relações assim sem mais nem menos?

Ah, não sei não? Será que é ético essa gente ficar fuçando minha vida assim? E será também que tenho necessidade de contar meus segredos para você? Bem isso, sei que tenho, pois é o que venho fazendo. Você é meu amigo ou não é? Até meu celular está configurado para eu mandar minhas fotos e dizer onde estou para que você fique sabendo tudo sobre mim Face, agora você me apronta uma dessas? Estou chateado contigo. Vai colocar minha vida em risco dessa forma?

Olha Face, acho bom você se virar e dar um jeito nessa estória, pois não sou do tipo que gosta de brigar com amigos e bloqueá-los de minha vida. Portanto se vira, mas não “tô” a fim de quebrar esses sete anos de amizade assim não.

Agora se vai ficar por aí me cagoeteando a coisa vai ficar difícil entre nós. Achei que amigos soubessem guardar o segredo dos outros. Sempre confiei em você e você está me saindo um bom de um traidor. Por essa eu não esperava e sinceramente estou profundamente magoado. FOFOQUEIRO!

E agora José? Quero dizer… E agora Face? Até filme existe sobre você. É um astro, e nos mete na roubada? Vire-se e arrume uma forma de proteger isso, pois toda vez que tento configurar a privacidade do sistema, a coisa não funciona direito.

Isso, quando você não inventa de sair publicando sem mais nem menos, o que eu disse ao longo do ano (o que é um bando de bobeira) chamando de “Histórias Inesquecíveis”. Que ‘inesquecíveis’ o que Face? Falei na hora, eu lá quero lembrar isso? Parece até aquele tipo de amigo chato que desenterra o que você ta mais é a fim de esquecer.


Aqui, ou você se resolve, ou vou acabar te bloqueando heim? E depois você vai ficar por aí chateado tipo: Ahhhh… Não entendi por que o Garra me bloqueou… Não fiz nada… Por favor!

REVISTA GALILEU

http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI181112-17773,00-QUEM+CONTROLA+VOCE+NA+INTERNET.html

THE WASHINGTON POST

http://www.washingtonpost.com/wp-dyn/content/article/2011/01/22/AR2011012203193.html

iG – CADERNO DELAS

http://delas.ig.com.br/colunistas/negociodemulher/a+exposicao+do+eu+no+facebook/c1237980470414.

Anúncios

2 Comentários »

  1. Zequinha said

    Muito bom !..adorei

  2. Também não gosto de bloquear nem ser bloquada, mas acho que é igual no dia a dia, só que com uma dimensão maior! Tem pessoas que não percebem as características do espaço que estão. Você avisa e persistem! Querem ser bloqueadas! Outras usam seu espaço para se promover e se lixam pra você! Quando você tenta escrever algo no delas está bloqueada. Pago caro uma divuugação de minha atividade profissional, se me permito fazer um face para curtir e trocar o que gosto não tenho que suportar o que vão contra meus princípios e valores, e que não predominam no espaço-face que se delineia! Não tenho mas culpas! E podem me bloquear ou não. Na vida é assim!

RSS feed for comments on this post · TrackBack URI

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s