Trindade – Garra volta de acampamento!!!!

Só me faltava essa, Garra me resolve acampar em Trindade / Paraty …. Barraca, fogareiro e sei lá mais o que.

Tenho até medo de perguntá-lo o que aprontou por lá. Só sei que me chega de lá com a poesia abaixo.

Como achei legal, resolvi publicar junto com foto que tirou. Espero que gostem.

Cepilho (Simone Sá Pinto)

Meus olhos se perdem,
Acham se perdendo.

 

Cada ponto é infinito,
Há uma infinidade de pontos.

 

Sobe uma bola de fogo
que se transforma em bolha.
Sobe e custa a descer,
de repente despenca e cai sobre a lenha.

 

Meus olhos se perdem
em significativos olhos,
que refletem este lugar.

 

Queria poder rasgar a bolha,
e morrer neste mar.
**************

Ai ai Garra nem me conte o que estava fazendo enquanto escrevia isso tá! (risos) Estou dando desconto, pois você é Alien e está em busca de experiências terráqueas. Porém vamos com calma, que isso aí já é passado demais…. passado hoje é anos 90 e não acampamento… pega leve. Mais um pouco e vai querer amarrar fitinha no braço. (risos).

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s