O Mundo Acabou? Desistir? Jamais! O pulso ainda pulsa…

***** Simone Sá Pinto no comando

“Chove lá fora e aqui faz tanto frio. Me dá vontade de saber… Aonde está você? Me telefona… Me chama, me chama, me chama, me chama… Nem sempre se vê… Lágrima, no escuro… Lágrima, no escuro… Lágrima…” (Me Chama – Lobão)

Que estranha sensação estamos vivendo no mundo de hoje. Por vezes sentimos que parece que abriram a porta do hospício. As machetes diárias na imprensa, os pensamentos e atitudes de nossos amigos, nossos ídolos… Sei lá… Tudo a volta parece estar de cabeça para baixo.

Me vem a mente que um dia alguém cantou “Prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo…” (Metamorfose Ambulante-Raul Seixas) e no final das contas, “Ainda somos os mesmos e estamos vivendo como nossos pais” (Como Nossos Pais – Elis Regina).

Bem, quem dera estivéssemos mesmo vivendo “Como Nossos Pais”, pois a coisa está mais para “Estado Violência” (Titãs).

Sei que de meu lado ” …enquanto o sol puder arder, não vou querer meus olhos escurecer” (Querem meu Sangue – Cidade Negra), dessa forma publico abaixo poesia inspirada em tudo que ando absorvendo.

Desistir? Jamais! (Simone Sá Pinto)

O mundo acabou?
Esqueceram de me avisar?
O que está acontecendo?
Não sei de mais nada.

 

Cérebro explodiu,
Desfacelou,
Não consigo acompanhar,
Onde vamos parar?

 

Não vejo saída,
Não vejo entrada,
Não vejo mais nada.

 

Só o que vejo é enxurrada.
Desmoronamento,
Desentendimento,
Incompreensão,
Mundo camaleão.

 

Falta de noção,
Respeito.
Direito?
Existe ainda significado?
Olho em volta e o mundo parece quadrado.

 

Melhor ficar parado?
Calado?
Se disser algo é mal interpretado, censurado.
Discussão agora é briga.
Divergência, desavença!

 

O mundo acabou?
Talvez sim…
Se ainda não,
O homem parece estar afim.

 

Em minhas veias o sangue ainda corre.
Farei o que puder,
Tentarei o que ao alcance estiver,
Resistirei ainda que em coma.

 

Enquanto me restar um ultimo suspiro,
Levantarei,
Andarei,
Pela paz lutarei.
Desistir? Jamais!

E porque o meu ” pulso ainda pulsa” publico o vídeo abaixo. Vale a visualização, pois é bem interessante.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s