Que dia é Hoje? Domingo. Mother, John Lennon – Pink Floyd

*** Por Simone Sá Pinto.


Hoje não escreverei nenhum texto como de costume. Irei direto às reflexões…

*** Para pensar:

– Só é dia das mães hoje? No restante do ano ela nada faz? Você apenas se lembra de agradecê-la hoje?

– Mães que decidem serem mães com ‘m’ maiúsculo são responsáveis unicamente por afazeres como: escolher a roupa, trocar a fralda, levar para a escola, dar banho, fazer mamadeira, levar ao médico, etc.? Ou será que tentam muito mais que isso?

– Mães são para sempre. Tem a mania de esquecer que criaram seus filhos para o mundo. Ainda que você já possua sua família, seus filhos ainda lhe tratam como bebês. Qual seria o motivo disso? – Sou filha e sou mãe, em MINHA OPINIÃO, mães quase sofrem de patologia materna (risos). O cordão umbilical físico foi cortado, mas o imaginário não. Não agüentam assistir que seus filhos não dependem mais delas. Está bem, e por esse motivo você, filho, irá destratar sua mãe? Ela o ama mais que qualquer outra pessoa nesse planeta. Que tal respeitá-la, e tentar agora que cresceu ajudar sua mãe entender que já aprendeu a andar sozinho? E melhor, foi ela mesma quem o ensinou.

– Sua mãe é culpada por tudo que não deu certo em sua vida? Desde quando nascemos com bula? Errou tentando acertar. Não seria uma boa idéia lembrar do que ela fez de bom ao invés de ficar remoendo os erros?

– Erros maternos: Duas crianças podem nascer da mesma mãe, ser criados da mesma forma, e entenderem a lição de forma diferente. Um pode dizer: Venci por conta do que ela fez, e o outro me tornei um drogado por conta do que ela fez. Onde está o erro da mãe nesse caso?

– Mães que partiram: Filhos sentirão saudade eternamente. O caminho seria ficar chorando e resmungando? Que tal mantê-la viva em seus corações de forma bonita. Lembrando de tudo o que viveu juntos e ainda lembrando que alguns filhos nem sequer tiveram a oportunidade de ter uma. Morreram no parto, ou abandonaram a família.

*** Dedicatória à minha mãe:

Querida mamãe, serás para sempre a fonte de tudo em minha vida. Com todos os erros e acertos, de coração agradeço sua eterna dedicação.

Se não fosse por você eu não teria sido capaz de realizar tudo o que realizei em minha vida. Você me ensinou muito, muito, mas muito mais que apenas andar.

Me ensinou a sobreviver!

Seu ensinamento foi tão bom, que hoje sei exatamente como ‘me virar’, dessa forma pode ficar tranqüila, pois nada de mal irá me acontecer, me lembrarei de suas lições.

Muito obrigada! Te amo, amarei sempre e vejo flores em você.

*** Abaixo, letra de duas músicas que tratam o tema mãe. Porém, o vídeo que escolhi para ilustrar o post de hoje é dedicado à minha mãe.

Mother – Pink Floyd

Mãe, você acha que eles jogarão a bomba?

Mãe, você acha que eles gostarão dessa música?

Mãe, você acha que eles tentarão me castrar?

Mãe, eu devo construir o Muro?

Mãe, eu devo concorrer para Presidente?

Mãe, eu devo confiar no Governo?

Mãe, eles me colocarão na linha de fogo?

Mãe, Isso é só uma perda de tempo?

Filho, fique quietinho agora, não chore

Mamãe irá fazer todos os seus pesadelos virarem verdade

Mamãe ira colocar todos os medos dela em você

Mamãe vai manter você bem debaixo da asa dela

Ela não lhe deixa voar, mas talvez lhe deixará cantar

Mamãe lhe deixará aconchegado e aquecido

Ooooh bebê

Claro que mamãe irá lhe ajudar a construir o Muro

Mãe você acha que ela é boa o bastante

para mim?

Mãe você acha que ela é perigosa

para mim?

Mãe, ela vai rasgar seu Menininho em partes?

Mãe, ela irá quebrar meu coração?

Filho, fique quietinho agora, não chore

A mamãe vai checar todas as suas namoradas pra você

Mamãe não irá deixar ninguém sujo se aproximar

Mamãe vai esperar, até que você entre

Mamãe vai sempre descobrir por onde você esteve

Mamãe vai sempre manter o bebê saudavel e limpo

Ooooh bebê

Você sempre irá ser uma criança para mim

Mãe, precisava ser tão alto?

****

Mother  (John Lennon)

Mãe, você me teve, mas eu nunca a tive

Eu te quis, você não me quis

Então eu, eu apenas tenho que lhe falar

Adeus, adeus,

Pai, você me deixou, mas eu nunca o deixei

Eu precisei de você, você não precisou de mim

Então eu, eu apenas tenho que lhe falar

Adeus, adeus

Crianças, não façam o que eu fiz

Eu não pude caminhar e eu tentei correr

Então eu, eu apenas tenho que lhes falar

Adeus, adeus,

Mamãe não vá

Papai vem para casa

*** Flores em Você – Ira!

Anúncios

1 Comentário »

  1. paula carreiro said

    perfeito Simone! adorei o texto! sou mãe e sou filha tb! e está na hora realmente de parar de culpar nossos pais e assumir nossos passos
    beijos por todos os dias sendo mãe

RSS feed for comments on this post · TrackBack URI

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s