Odeio segunda-feira! Garfield. Ironia – Love Cats – The Cure

***Por Simone Sá Pinto

O maior ícone em citar que odeia a segunda-feira é o personagem Garfield, que a maioria de nós encanta.

O gato Garfield é como sabemos estrela de uma das tirinhas mais famosas da história, sendo o mesmo publicado em 2570 jornais de todo o mundo (só perdendo para Peanuts – Charlie Brown/Snoopy). Os outros personagens principais são Odie, um cão estúpido, e Jon Arbuckle, um cartunista, dono dos dois. Garfield é criação de Jim Davis, que tirou o nome de seu avô James Garfield Davis (este teve seu nome inspirado pelo presidente americano James Garfield).

Nos anos 70, Jim Davis escrevia uma tirinha, Gnorm Gnat, que não tinha boa recepção. Um editor disse que “a arte era decente, as piadas eram boas” mas não dava para o público se identificar com um inseto.

Davis respondeu criando uma tirinha com um gato. O motivo para escolher o animal foi a falta de tirinhas estreladas por gatos, e também ter um personagem que pudesse criar merchandisng.

Garfield estreou em 19 de julho de 1978. Tinha traços disformes, bochechas enormes e olhos pequenos. Já mostrava sarcasmo na sua primeira tira:

– Jon: Oi, eu sou Jon Arbuckle, e esse é meu gato, Garfield.

– Garfield: Oi, eu sou Garfield, sou um gato, e esse é meu cartunista, Jon.

– Jon: A nossa única preocupação é divertir você

– Garfield: Comida.

No 10º aniversário, houve uma tirinha especial, na qual Jon mostra um “álbum de fotos” com quadrinhos antigos. Ele diz que Garfield não mudou nada nos 10 anos, e a resposta do gato é a mesma do original (“Comida”).

Certo, agora vamos ao que realmente interessa…

O desamor pela segunda-feira.

A pergunta é: O que seria da terça-feira se não houvesse a segunda? Iríamos odiar a terça? E vou adiante… O que estávamos fazendo no domingo? Bem, se não estou enganada, reclamando, pois o dia é chato, monótono… Doidos para voltar à rotina.

Sim, e volta-se a rotina reclamando novamente…

Na terça vamos reclamar, pois a semana está passando devagar. Na quarta ficar mais calmos, na quinta ansiosos pela sexta, na sexta reclamando pois não apareceu nenhum programa legal para fazer, no sábado inventaremos algo a fazer, no domingo reclamando novamente, seja de ressaca, seja porque não conseguiu conquistar a pessoa que queria, seja porque o lugar era uma droga…

Enfim… De reclamação em reclamação vive o homem.

Alguém já se deu conta? E o que fazemos para amenizar isso? Ironizamos tudo. Valido? Talvez… Depende…

Garfield é montado em pura ironia. É clássico por isso. A ironia, sim, pode ser válida, desde que esteja funcionando a seu favor e não contra.

Ironizar por diversão é uma coisa, já ironizar para derrubar o outro… Desculpem-me é atraso. Está fazendo mal ao outro? Não. A você! Reclamações e tudo aquilo que é feito com o sentido negativo volta a você. É no final você quem colherá os frutos do que plantou.

Ah, então estou pregando agora? Obviamente que não. O que digo já é comprovado cientificamente.

Nutrir em você sentimentos negativos causa doenças físicas e mentais. Depois que surge a gastrite, o problema de coração e etc. não sabe dizer por quê. Nada adianta freqüentar academias e ter boa alimentação se não consegue exercitar seu pensamento para a positividade. ‘Cacique Nuvem Negra’ tem fim em hospital.

Que tal começar a semana exercitando sua mente no sentido “Amo segunda-feira”? Ainda bem que estou de volta à rotina? Que tal começar a agradecer ao invés de tanto reclamar? Em minha opinião, se tentar isso, irá atingir sem perceber, bem mais fácil o que em sua vida está á buscar.

Bem, para finalizar o post de hoje segue algumas citações de pensadores famosos sobre o assunto e a trilha certamente não poderia deixar de ser… Love Cats – The Cure. Afinal, talvez a cura esteja justamente aí… Em amar a segunda e parar com tanta queixa.

***citações:

“Uma interpretação irônica da vida, uma aceitação indiferente das coisas, são o melhor remédio para o sofrimento, posto que o não sejam para as razões que há para sofrer.” – Fernando Pessoa

“A essência da ironia consiste em não se poder descobrir o segundo sentido do texto por nenhuma palavra dele, deduzindo-se porém esse segundo sentido do fato de ser impossível dever o texto dizer aquilo que diz.” – Fernando Pessoa

“A ironia é sobretudo uma brincadeira do espírito. O humor seria antes uma brincadeira do coração, uma brincadeira de sensibilidade.” – Jules Renard

“Quem dos outros ri, deve recear que, como vingança, também se riam de si.” – Jean Molière

“As pessoas importantes fazem sempre mal em se divertir à custa dos inferiores. A troca é um jogo, e o jogo pressupõe a igualdade.” – Honoré de Balzac

 The Love Cats – The Cure

Anúncios

2 Comentários »

  1. paula carreiro said

    Exato… teriamos sempre um motivo para reclamar e voltar á nossa rotina!senão for segunda seria terça e aí por diante..

    vou compartilhar pois nada mais propicio para o dia de hj!

  2. Carla said

    Concordo! Para mim todos os dias são iguais, só não gosto é de acordar cedo…Viva o Garfield!

RSS feed for comments on this post

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s