Sonhar. Saber ter os pés no chão. – Where is my Mind? – Pixies

***Por Simone Sá Pinto

“Não quero lhe falar, meu grande amor, das coisas que aprendi nos discos… Quero lhe contar como eu vivi e tudo o que aconteceu comigo. Viver é melhor que sonhar, eu sei que o amor é uma coisa boa, mas também sei que qualquer canto é menor do que a vida de qualquer pessoa…” (Como Nossos Pais – composição: Belchior)

Não, não quero lhe falar, meu caro leitor, das coisas que andam em minha mente. Quero lhe contar que diante do que vivi e do que aconteceu comigo, eu sei sim que viver é bem melhor que sonhar. Sonhar é importante e não se pode deixar, porém para isso é necessário sonhar com algum pé fincado no chão.

Não se pode apenas sair por aí sonhando e sonhando sem ‘eira nem beira’, sem pensar nas conseqüências, sem estar com algum plano concreto. Do contrário o sonho será eternamente sonho e não se tornará realidade.

Sonhar sim, sempre. Mas com astúcia. Sabendo se está fazendo coisas para que esse sonho se concretize.

Muitas vezes, pensamos estar fazendo tudo e parece que a volta tudo conspira para que não se realize. Bate enorme desespero e ficamos fracos. Começamos a nos perguntar se estamos errados, se estamos no caminho certo, se devia desistir de nossos sonhos e fazer outra coisa, etc.

Eu diria não! Se o sonho que você tem em sua vida é verdadeiro, intenso, algo que muito deseja, o universo irá conspirar a seu favor.

O nosso grande erro mora na ansiedade e teimosia. Cismamos em querer que as coisas aconteçam na hora em que desejamos como em um ‘passe de mágica’. Ou nos fixamos em uma idéia como se fosse a saída para tudo e não percebemos que a grande ‘sacada’ é outra bem mais interessante e está ali ‘em qualquer canto, menor do que a vida de qualquer pessoa’

‘Por isso cuidado, meu bem, há perigo na esquina’… O perigo se dá, pois essa tal pressa que nos assola faz com que coloquemos tudo a perder.

Ficamos tão insatisfeitos que começamos ao invés de aceitar, e esperar o grande momento deixando fluir, saímos desenfreados a procurar respostas onde não tem.

Vale tudo, astrologia, numerologia, tarô, videntes… Simplesmente sentimos que temos por que temos que saber o que fazer. E ficamos tão alucinados com isso que não percebemos que estamos gastando energia. Energia que poderia estar sendo usada para algo mais produtivo.

Desistir de seus sonhos? Jamais! Agora desesperar? Jamais também. Necessitamos aprender a entender que as coisas só acontecem no momento certo. Se nos desesperamos a mente bloqueia, e aí pronto… ‘foi-se o que era doce’. A ansiedade é tanta que nossa mente fica vazia e nos perguntamos “Where is my mind?” (onde está minha mente)

O grande segredo é nunca deixar de acreditar que VAI acontecer, e se não está acontecendo naquela hora é porque ainda não é o momento. Se não aceita e se exaspera o tal do desespero se transforma em alucinação e aí sim, poderá por vez bloquear sua criatividade.

Arrume depressa outra coisa, ainda que ‘fútil’ para ocupar a mente enquanto espera ao invés de ficar pensando ‘abobrinhas’ e ‘bancando cacique nuvem negra’. Se entra na do ‘cacique’ aí … ahhh… aí… Não vai a lugar algum… Vai girar em círculos! E pior, nem será o afamado círculo de Newton que ao girar gera branco… Vai é ficar no breu!

Iniciei o texto com Belchior, e finalizo com composição de Almir Sater e Renato Teixeira – Tocando em Frente:

“Ando devagar porque já tive pressa, e levo esse sorriso porque já chorei demais… Penso que cumprir a vida seja simplesmente compreender a marcha e ir tocando em frente…”

Para Ilustrar esse ‘Clube da Luta’ da vida em que vivemos nos fazendo perder a mente, publico “Where is my mind?” dos Pixes em vídeo versão do filme. (Clube da Luta)

 

Where is my Mind? – Pixies

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s