Ser feliz é possível? – Tristeza |Toquinho

Ser feliz é possível? (Simone Sá Pinto / participação: Kau Mascarenhas)

A grande maioria passa a vida em busca da felicidade. Muitos já entraram em acordo consigo que este é um estado inexistente.

Levando-se em consideração que nossa vida sim é feita de desafios e que muitas vezes desejamos algo e não obtemos, ou nossos planos são assaltados por situações inesperadas como: doenças, desemprego etc. poderíamos achar mesmo que essa tal felicidade é algo que só é possível em filmes, novelas e contos de fadas.

Já se alterarmos a nossa forma de pensar e avaliar as situações veremos que sim essa tal felicidade depende exclusivamente de nós mesmos. Não me refiro certamente à felicidade encantada, mas a felicidade de uma forma real.

Para melhor explicar o assunto hoje farei uso das palavras do Consultor em Desenvolvimento Humano Kau Mascarenhas que concedeu uma entrevista domingo dia 15 aos voluntários da UniSpiritus.

Com a palavra Kau:

Por que muitas pessoas quase surtam diante de pequenas mudanças?

(Dirce Mendonça)

Kau: Algumas pessoas não surtam “quase”, elas surtam completamente diante de realidades que propõem transformação.

É comum existir um padrão de busca do equilíbrio e da serenidade como prerrogativas para uma vida feliz. Entretanto, a vida é repleta de intercorrências que a movimentam e trazem ao ser humano muitas possibilidades de crescimento pela diversidade.

Algo novo que chega aumenta a complexidade em vários contextos, sejam eles profissionais, pessoais ou no âmbito dos relacionamentos. Essa é uma forma de aprender através do caos até que surja uma nova ordem.

Há muita gente que introjetou a crença de que para ser feliz tudo tem que estar na mais perfeita ordem, e esquece de ser feliz quando se apresenta a miríade de emoções humanas — “demasiadamente humanas”, como diria Nietzsche.

Podemos ser felizes mesmo quando estamos tristes, ou com raiva, ou com medo, por exemplo. Creio que aqueles que surtam diante das transformações têm crenças rígidas de que uma vida feliz é como um lago eternamente tranquilo, quando na verdade ela é um mar cheio de marés diferentes e ondas de tamanhos variados.
****

A pergunta acima é apenas uma das várias respondias por ele no dia. Quem tiver interesse em ler a matéria completa segue o link: http://www.entremediuns.com.br/2012/04/com-palavra-kau-mascarenhas.html?spref=fb

Meu forte abraço de paz e harmonia com desejo de GARRA para ir em busca da sua felicidade.

***

Música para ilustrar:

Tristeza | Toquinho

Dica: Mande a tristeza embora e volte a cantar!

Anúncios

Comentários encerrados.